Ex-diretor da Odebrecht morto em queda de avião em SC havia adquirido aeronave há menos de 1 mês

  • 05/06/2024
(Foto: Reprodução)
Antônio Augusto de Castro Santos era de MG e viajava muito para Joinville a trabalho, segundo irmão. Ele e piloto Geraldo Cláudio de Assis Lima morreram no Norte de SC em acidente na noite de segunda-feira. Antônio Augusto de Castro Santos, empresário que morreu em queda de avião no Norte de SC Redes Sociais O empresário, e ex-diretor da Odebrecht Antônio Augusto de Castro Santos, morto após a queda de um avião na noite de segunda-feira (3), havia adquirido a aeronave há menos de um mês, conforme o irmão dele, o advogado Alaor Esteves. O acidente ocorreu entre as cidades de Garuva e Itapoá, no Norte de Santa Catarina. Além de Antônio Santos, também morreu o piloto Geraldo Cláudio de Assis Lima. A queda do avião será investigada pela Força Aérea Brasileira (FAB). ✅Clique e siga o canal do g1 SC no WhatsApp Vídeo queda de avião com duas mortes em SC "Esse avião foi adquirido há cerca de duas a três semanas, pouquíssimo tempo. Eu não tive contato com ele durante as últimas duas semanas, por conta mesmo de trabalho e ele também na correria, indo muito para Joinville e [cuidando de] outras obras da companhia, da empresa, da construtora Antônio Augusto, Limitada. E aí eu não tenho certeza do que ocorreu", disse o irmão. De acordo com Esteves, a aeronave teria sido adquirida em sociedade. "Fiquei sabendo agora por alto que foi um avião adquirido há pouco tempo, de forma compartilhada, ele mais um sócio, e que fica à disposição do grupo da empresa", resumiu. Geraldo Claudio de Assis Lima e Antônio Augusto Castro morreram em queda de avião em SC Redes sociais/ Reprodução Antônio Augusto, conhecido como Guto, apresentava-se nas redes sociais como sócio-diretor de uma construtora localizada em Governador Valadares, onde morava. Ele era engenheiro civil. Acidente e investigação O acidente ocorreu após a aeronave tentar pousar no aeroporto de Joinville, também no Norte de Santa Catarina, e arremeter. Os destroços do bimotor foram localizados na madrugada de terça (4). O local onde o bimotor caiu é de mata fechada, sem cobertura de internet e próximo a uma ribanceira. Local onde avião de pequeno porte caiu em Santa Catarina Arte/g1 Conforme o Corpo de Bombeiros Militar, a aeronave "por motivo ainda desconhecido", "optou por descer no aeroporto de Joinville, onde arremeteu, vindo posteriormente a cair na região Barrancos". Segundo a FAB, investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), órgão do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER), localizados em Brasília (DF), foram acionados para apurar o incidente ainda nesta terça: "Na Ação Inicial são utilizadas técnicas específicas, conduzidas por pessoal qualificado e credenciado que realiza a coleta e a confirmação de dados, a preservação dos elementos, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias à investigação", informou o órgão. Queda de avião deixa dois mortos em SC Corpo de Bombeiros/Divulgação O que diz o aeroporto de Joinville O Aeroporto de Joinville informa que seus profissionais estão dando apoio aos trabalhos de busca dos órgãos competentes por uma aeronave de pequeno porte, que não tinha pouso previsto para o aeródromo, mas o piloto chegou a fazer contato com a equipe de controle aéreo por volta das 18h de segunda-feira (3). O que diz a FAB Investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), órgão central do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER), localizados em Brasília (DF), foram acionados, nesta terça-feira (04/06), para realizar a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PS-BDW, no município de São Francisco do Sul (SC). Na Ação Inicial são utilizadas técnicas específicas, conduzidas por pessoal qualificado e credenciado que realiza a coleta e a confirmação de dados, a preservação dos elementos, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias à investigação. As buscas à aeronave foram coordenadas pelo Salvaero Curitiba. Foram engajadas na missão uma aeronave SC-105 Amazonas, do Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (2°/10° GAV) – Esquadrão Pelicano, e um helicóptero H-36 Caracal, do Terceiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (3°/8° GAV) – Esquadrão Puma. A localização foi realizada pelo SC-105 Amazonas, durante voo de NVG (do inglês Night Vision Goggles). Na sequência, o H-36 Caracal infiltrou equipes de resgate na área de mata densa e terreno irregular onde foram encontrados os destroços da aeronave. ✅Clique e siga o canal do g1 SC no WhatsApp VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias a

FONTE: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2024/06/05/ex-diretor-odebrecht-queda-aviao-menos-1-mes.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes